Processadores AMD Ryzen 5 chegam no segundo trimestre

A AMD prometeu lançar oficialmente os primeiros processadores Ryzen 7 em 2 de março e assim o fez. Mas não foi só isso: a companhia aproveitou a ocasião para dar as previsões de lançamento dos chips Ryzen 5 e Ryzen 3, que disputarão espaço com as linhas Intel Core i5 e Core i3, respectivamente.

Os processadores Ryzen 5 chegarão no segundo trimestre, inicialmente, em dois modelos. Um deles é o Ryzen 5 1600X, que terá seis núcleos com 12 threads, clock de 3,6 GHz (4 GHz em modo boost) e TDP de 95 W. O segundo é o Ryzen 5 1500X, um quad-core com oito threads, frequência de 3,5 GHz (3,7 GHz em boost) e TDP de 65 W.

AMD Ryzen

Novamente, a AMD vem com a promessa de mais desempenho que os processadores equivalentes da Intel. Dando um exemplo, a companhia afirma que o Ryzen 5 1600X superou o Intel Core i5 7600K em mais de 60% dos testes de multithread. Mas continua valendo a pena esperar por testes independentes, é claro.

Vale frisar que os dois processadores Ryzen 5 sairão de fábrica acompanhados do novo cooler Wraith Spire (na linha Ryzen 7, o componente só acompanha o modelo 1700).

Como já ficou claro para você, a linha Ryzen 3 chegará por último. A AMD só pretende lançá-la no segundo semestre. As especificações ainda não foram liberadas, mas podemos esperar por chips com quatro núcleos e a mesma quantidade de threads.

Não temos informações sobre preços. A AMD só deve informá-los em datas próximas aos lançamentos. Porém, a companhia confirmou que as CPUs Ryzen 5 custarão menos que US$ 300 — a expectativa é que as duas linhas, Ryzen 5 e Ryzen 3, tenham preços entre US$ 129 e US$ 259.

Ryzen 7 e os jogos

AMD Ryzen 7

Com o lançamento oficial da linha Ryzen 7, testes independentes dos chips 1800X, 1700X e 1700 começaram a ser divulgados. De modo geral, veículos especializados, como Ars Technica, AnandTech e Tom’s Hardware, relatam que esses processadores têm bom desempenho e se saem bem nos benchmarks, por outro lado, não tiveram resultados superiores às CPUs da Intel nos games, principalmente com relação a jogos mais recentes.

Ao Ars Technica, a AMD reconheceu que a performance dos chips Ryzen 7 nos games deve ser melhorada e esperar fazer isso nos próximos meses. Essa melhora poderá ser tentada de diversas formas: com novos drivers, atualização de firmwares de placas-mãe, colaboração com desenvolvedores para otimização dos jogos e por aí vai.

Fonte: tecnoblog.net

Compartilhar
Twittar
+1
Compartilhar
Pin